5 passos para aplicar o Compliance através da comunicação

Ferramenta estrutura atuação da marca e pode ser um diferencial de mercado

O Compliance é um sistema que contribui com a prevenção, detecção e correção de possíveis irregularidades ou desvios de conduta dentro de uma organização. É conhecido por ser um mecanismo de integridade indispensável para a manutenção da imagem da empresa, tanto interna quanto externamente.

Basicamente, essa ferramenta pode ser definida como o conjunto de regras e diretrizes que permeiam o comportamento esperado de todo o time de funcionários, o que reflete diretamente na forma com que a marca posiciona-se com demais stakeholders, como clientes e parceiros de negócio.

Para que o Compliance seja efetivo, entretanto, ele depende de três principais fatores, sendo: apoio institucional da diretoria, canal de denúncia e uma boa comunicação. Assim, para a aplicação prática da ferramenta, o último fator é um aliado essencial, servindo de base para que a marca mantenha um diálogo ativo e eficiente com o alto escalão e, claro, com o colaborador.

Continue a leitura deste artigo e confira os passos para atingir uma cultura de Compliance de sucesso.

 

  1. Diagnóstico: Na primeira fase, é preciso conhecer a empresa em todos os níveis, descobrindo seus pontos fortes e suas fragilidades. Para isso, é necessário compreender, especialmente, quais as dores da equipe, envolvendo-a no processo.
  2. Planejamento e estruturação do programa: Com os apontamentos iniciais, é possível começar a estruturar o cenário ideal para a marca. Neste momento, é importante entender quais as condutas ideias para desenvolver um Código de Ética coerente.
  3. Canais acessíveis ao time: A implantação de canais efetivos de denúncia deve ser feita de forma a garantir a autonomia desse sistema, bem como dos profissionais que o utilizem. Para tanto, é imprescindível desenvolver uma cultura de confiança através do anonimato, por exemplo.
  4. Ajuste da linguagem: Neste ponto, é essencial que a criatividade seja aplicada para que o discurso chegue a cada pessoa, de cada equipe e de cada posição hierárquica, da forma adequada para garantir o entendimento e, principalmente, a adesão.
  5. Monitoramento: O Compliance não acaba após ser instaurado; ele é um sistema vivo, contínuo, que se movimenta e, por isso, que deve ser atualizado de forma constante para que se mantenha efetivo. Analisar os parâmetros e responder às informações que chegam é a forma mais eficaz de obter os resultados esperados desse sistema.

A Sustentar é especialista em comunicação corporativa e gestão de marca e pode ajudar sua empresa a ser uma referência nessa e em outras aplicações de comunicação interna e posicionamento estratégico de mercado. Entre em contato e saiba como podemos trabalhar pela sua organização. Vamos conversar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 11 =